Saúde Bucal Infantil

Sabemos que assim como nós adultos os bebês passam por diversas fases na vida. E uma delas  é a chegada dos dentinhos que muitas vezes aparecem precocemente. Com Bella os dois primeiros apontaram quando ela tinha cinco meses. E graças a Deus foi mais tranquilo do que imaginei. Houve sim um leve incômodo para o dentinho rasgar a gengiva, mas nada perto do que muitos bebês enfrentam (diarreia, febre...).

arquivo pessoal
A partir daí muitas dúvidas me assombraram. Seria necessário neste primeiro momento procurar um odontopediatra? Já era hora de escovar? Usar creme dental? Mudar a alimentação? Bebê também pode ter cárie? Quais os mitos e verdades sobre este assunto? 

Eu conversei com a Dra. Renata Amorim, cirurgiã dentista, especialista em implantodontia. Que me tirou essas e outras dúvidas e vocês podem conferir agora.

EuExPlusSize: Quando deve acontecer a primeira visita ao dentista?

Dra. Renata: Após o primeiro ciclo de vacinas do bebê para que o odontopediatra oriente os pais sobre os cuidados a serem tomados para prevenir qualquer doença e favorecer o desenvolvimento do bebê.

EuExPlusSize: A partir de qual idade é indicado a escovação?

Dra. Renata: A higiene bucal deve ser iniciada mesmo antes de ter nascido o primeiro dente do bebê com o uso de gaze umedecida em soro fisiológico ou água filtrada após cada mamada. A partir do terceiro mês deve ser usada dedeira para a higiene. Já as escovas dentais devem ser introduzidas ao nascer o primeiro dente de leite.

EuExPlusSize: É verdade que o leite materno causa cárie?

Dra. Renata: O leite materno possui açúcar em sua constituição, mas ele por si só não causa a cárie dentária. Não há evidências científicas de que o aleitamento materno cause a cárie.
Para que ocorra a cárie, deve haver a presença de placa bacteriana, que é um ‘filme’ composto de proteínas da saliva e bactérias, que se deposita nos dentes. Essas bactérias metabolizam o açúcar presente na boca e geram substâncias que corroem a estrutura dentária, desenvolvendo a cárie dentária.
A amamentação no seio associada à alimentação ou mamadeira em livre demanda e a amamentação noturna favorecem o aparecimento de lesões de cárie já que há a presença de um alimento cariogênico (o leite), as bactérias da placa bacteriana aderida aos dentes e o intervalo de tempo sem que ocorra a higiene bucal.

EuExPlusSize: Qual a dosagem, o tipo de creme dental e escova uma criança deve usar?

Dra. Renata: As crianças devem usar escovas de cabeça compacta e cerdas super macias. Existem no mercado diversas marcas com tamanhos específicos para cada idade. O creme dental deve ser sem flúor para crianças que ainda não aprenderam a cuspir. Já as que já conseguem cuspir até as crianças de até seis (seis) anos, deve-se buscar marcas de creme dental com 500PPM de flúor na sua composição. Para crianças menores, a quantidade de pasta não deve ser superior a um grão de arroz. Já crianças que conseguem cuspir, pode-se usar uma ervilha como referência da quantidade de creme dental.

imagem da internet

EuExPlusSize: Quais as doenças mais comuns acontecem com as crianças por falta de higienização bucal ou até mesmo, pela higienização precária?

Dra. Renata: A cárie dentária e a gengivite.

EuExPlusSize: Quando uma criança perde o dentinho fora da época (seja por acidente ou falta de cuidados), ela tende a ficar banguela por muito tempo? Por quê?

Dra. Renata: Ao perder um dente de leite fora da época correta, independente se foi por mau cuidado ou acidente, o espaço fica aberto até que o dente permanente ocupe o espaço do dente perdido. Deve-se sempre fazer uma consulta com odontopediatra para avaliação da necessidade de se usar um mantenedor de espaços-tempos que previne a movimentação dos dentes adjacentes ao dente perdido.

 
EuExPlusSize: Quais os mitos e verdades mais comuns em relação à saúde bucal das crianças? 

- Dente de leite não está sujeito a cárie ter cárie

Dra. Renata: Mito! O dente de leite tem a mesma estrutura que o dente permanente, polpa, detinha e esmalte. Dessa forma, o acúmulo de placa bacteriana no dente decíduo ou de leite pode levar ao desenvolvimento da doença cárie.

imagem da internet


- Só devemos começar a higiene bucal de crianças depois que aparecem os primeiros dentes.

Dra. Renata: MITO! a boca do bebê deve ser higienizada a cada mamada para evitar a proliferação de bactérias e desenvolver na criança desde cedo o hábito de higiene bucal.

- O aleitamento materno interfere no desenvolvimento da face do bebê

 Dra. Renata: VERDADE!  Ao encostar a boca no seio da mãe para mamar, cria-se um vácuo para a criança conseguir puxar o leite e os movimentos que ele faz para mamar auxiliam no desenvolvimento dos ossos da face da criança.

-Crianças só devem ir ao odontopediatra se tiverem dor.

Dra. Renata: MITO! A consulta com o odontopediatra vai muito além de tirar a dor das crianças. O dentista especialista em crianças trabalha com prevenção, aconselhamento, instrução e motivação de higiene oral, tratamentos curativos das doenças já instaladas, tratamentos interceptativos no desenvolvimento da face da criança e orientações aos pais sobre o desenvolvimento geral da boca e dentição da criança.

- Existem alimentos que são contraindicados para criança em relação a dentição? Ex: coloral... café...

Dra. Renata: Mito! Alimentos e bebidas com açúcar, que sejam pegajosos, que sejam ácidos devem ser evitados, mas não proibidos. Investir numa alimentação equilibrada é a melhor opção. O mais importante é caprichar na higiene bucal.

EuExPlusSize: Endocardite é uma doença que atinge somente adultos ou crianças também?

Dra. Renata: A Endocardite bacteriana é uma infecção bacteriana que ocorre no coração. As bactérias de uma infecção em outra área do corpo caem na corrente sanguínea e atingem o coração onde causam a doença. Pode ocorrer em adultos e crianças, desde que haja algum acometimento cardíaco como, por exemplo, um defeito cardíaco. O risco aumenta em procedimentos que há presença de sangramento.

EuExPlusSize: Qual a idade ideal para uma criança começar a usar aparelho ortodôntico?
Dra. Renata: Não existe uma idade específica para o início do tratamento ortodôntico em crianças. Tudo vai depender da posição dos dentes nas arcadas e da formação óssea da criança. O aparelho em crianças não necessariamente é com o uso de aparelhos fixos. Na maioria das vezes, a criança é submetida a um tratamento ortopédico que vai direcionar o crescimento dos ossos da face da criança, o que vai favorecer a correta posição dos dentes na arcada. Algumas crianças, depois do tratamento com ortopedia funcional dos maxilares, deve usar o aparelho fixo para corrigir a posição dos dentes.


Confesso que como mãe de primeira viagem, depois desta conversa fiquei mais aliviada.  E você? Deixe seu comentário ou me mande um e-mail euexplussize@gmail.com . Me fale o que vocês acharam e, até mesmo, quais assuntos vocês querem ler aqui no blog.

Ah! E se você quiser tirar mais dúvidas com a Dra. Renata e conhecer mais o seu trabalho, é só entrar em contato com ela:

Dra. Renata Rabelo Amorim Rezende
(31) 3492-1157 

Grande Abraço.

0 comentários:

Postar um comentário