Já Motivou Uma Tentante Hoje?

E neste mês em que comemoramos o Dia das Mães e o Dia da Família, quero falar como se sente uma tentante nesta época: angustiada, triste, desesperada, sem colo, incompreendida (por muitos), e cansada de ouvir : “calma, ano que vem é você", ou "por que você não adota"?

O que quero dizer é que a tentante NÃO QUER A SUA DÓ; A SUA INDIFERENÇA; QUE VOCÊ LEVANTE SOLUÇÕES SUBSTITUÍVEIS COMO ADOTAR UMA CRIANÇA OU UM ANIMAL...
O que muita das vezes ela quer além de ter o  seu filho nos braços, é claro, é que você respeite a sua dor de falar 1000 vezes que quer ter um bebê. Mesmo que você não acredite que ela vá conseguir. Empatia pela dor alheia é importante! Sororidade, minha gente!
Arquivo Pessoal
Sendo assim, tentante, NÃO DESISTA! VAI DAR CERTO!  Deu pra mim e vai dar pra você! Eu não desisti! Tenha fé!

Eu orei... e como orei. Eu tinha certeza que meu bebê chegaria.  A medicina me dizia não, mas Deus me dizia sim. Eu achava que seria menino de tanto palpite alheio. E qual a surpresa? Minha Luísa, Isabella Luísa. Chorei... e como chorei! Chorei ao descobrir a gravidez, chorei (e muito) na ameaça de aborto,  quando descobri que seria Bella, quando ela nasceu por ela existir... por me amar! Choro ao escrever este texto.

Eu só agradeço por ser minha. Por ser minha filha, por me amar assim: tão falha. Te amo! E obrigada por hoje. Meu 1° de muitos mês das mães! Te amo até no céu!


0 comentários:

Postar um comentário