Afinal, Por Que Eu Me Casei?

Esta é uma pergunta que posso afirmar que TODA PESSOA QUE VIVE UMA VIDA A DOIS JÁ SE FEZ! O sonho do casamento permanece vivo, sobretudo no coração das mulheres que em sua maioria planejam minimamente esta data. Há aquelas que desejam um vestido de princesa, outras os modernos. Tem aquelas que a prioridade é uma orquestra, como foi o meu caso, e não posso me esquecer das que preferem aquela cerimônia mais íntima.  Enfim, mesmo com tantos sonhos, todas nós já nos questionamos se valeu a pena mudar de vida para tentar ser feliz com outra pessoa.

Foto Adriene Miranda
E se você já se fez esta pergunta, quero lhe propor a assistir o filme “Por que Eu Me Casei". Sem spoiler, é claro, o filme conta a história de quatro casais de amigos que todos os anos tiram férias juntos com o objetivo de renovarem os votos matrimoniais. Misturando comédia e romance o filme em que uma das esposas sofre com obesidade, mostra de uma forma nada convencional como manter um casamento. E desta vez, uma surpresa, a presença de uma linda jovem solteira cria situações inusitadas e hilárias, com a revelação de segredos que jamais devem ser revelados entre homem e mulher. É aí que vão ficar evidentes quais são as verdadeiras bases de uma relação duradoura.

Imagem Da Internet
Apesar de o filme ser de 2007, ele se adapta a qualquer momento da nossa vida e traz a seguinte reflexão: Será que vale a pena viver de aparências? Será que vale a pena deixar de resolver um problema a dois e alimentar uma falsa alegria apenas para fazer bonito para os amigos? Será que vale a pena contar seus segredos conjugais para seus amigos?

Vale a pena assistir.  Te garanto que você vai se emocionar e rir demais.  Então, mesmo na era da internet corre na locadora mais próxima, no Youtube (já tem disponível), é até mesmo no Netflix (não sei se já está disponível). 

E uma coisa te garanto: duvido que sua vida será a mesma. Rsrsrsr...

Gostou do texto? Então deixe seu recadinho.

Grande beijo! 

---- Você já me segue nas redes sociais? Não? Então corre lá no Instagram, Facebook e Youtube. É só digitar Euexplussize que você me acha.  -----

6 comentários:

  1. Tema muito interessante.Ja deu vontade de assistir o filme

    ResponderExcluir
  2. Casamento não é e nunca foi fácil! A vida a dois é difícil porque lidamos intimamente com os defeitos do outro. Viver de aparências é negar a felicidade para si mesmo! Mesmo nesse mar de negatividades da vida à dois, é essencial avaliar o verdadeiro sentido da união e a diferença entre gostar e amar. Gostar é quando estamos com uma pessoa movidos por suas qualidades. Já amar, é quando mesmo sabendo de todos os defeitos da pessoa, ainda sentimos o desejo de estar com ela e de compartilhar nossa vida com ela. Não que o amor tenha que ser movido pelas dificuldades, mas sim pelo.compromisso, desejo e pela realização de compartilhar a vida com determinada pessoa! Já passei por um casamento traumático,mas hoje sou plenamente feliz na simplicidade que vivo com meu marido!Vale à pena arriscar!!!

    ResponderExcluir
  3. Interessante. Como dizem: QUEM ESTA DENTRO QUER SAIR. E QUEM ESTA FORA QUER ENTRAR!
    Só a primeira parte dessa frase mais dita no mundo que eu não concordo. Porque eu conheço muita gente que é super feliz no casamento. A verdade é como você encara essa nova faze de sua vida e o que esta disposto a fazer por seu casamento.Nunca fui casada então... Não vou prolongar muito. Mas pense a respeito.

    ResponderExcluir
  4. Interesssnte. Como Dizem: QUEM ESTA DENTRO QUER SAIR . E QUEM TA FORA QUER ENTRAR! Não concordo com a primeira parte da frase porque conheço muita gente que é feliz no Casamento. A verdade é como encara esta fase da sua vida! Porque casanento não é uma taça que se ao quebrar não tem Jeito... É um vaso solido que ainda esteja quebrado ainda dá para colar os cacos e refazendo novamente o casamento. Pense nisso.

    ResponderExcluir
  5. Preciso assistir esse filme, me separei e agora vou casar de novo. As pessoas nos julgam nos chamam de loucos. Outros até dizem que tinha obrigação de ficar com o primeiro. Mas quem sabe de nossas somos nós mesmos. Hoje eu tenho 41 anos, aprendi com erros passados. Sou mais madura e tenho plena certeza do que quero pro futuro que é ficar ao lado da pessoa que amo.

    ResponderExcluir
  6. A autora disse " Há aquelas que desejam um vestido de princesa, outras os modernos. Tem aquelas que a prioridade é uma orquestra, como foi o meu caso, e não posso me esquecer das que preferem aquela cerimônia mais íntima", como se o casamento fosse a comemoração inicial. Quando se fala em casamento penso no viver a dois. Inclusive há os que dispensam celebrações. Tenho amiga casada há quase quarenta anos que se casou no cartório. Por mim o meu seria assim também. Acabei casando de modo tradicional mas foi muito tranquilo, pois não tinha esse sonho. Recebi elogios desde as músicas que escolhi para o coral ao meu vestido, que era justo numa época que se usava os fofos.

    ResponderExcluir