Você Cria Memórias Afetivas Com Seu Filho?

Semana passada me aconteceu uma coisa curiosa e eu gostaria de compartilhar com vocês. Estava tentando fazer a Bella dormir para o sono matinal diário e nada da pequena fechar os olhinhos. Tentei de tudo e nada. E quando ela estava bem distraída pensei em cantar para ela uma das músicas que aprendi no coral Black Music a qual faço parte, o Black To Black e sempre cantava para ela quando ainda estava na minha barriga. A letra é bem simples: “- A maior oração é amar. Se não sabes amar é preciso orar, a maior oração é amar”.


 Comecei a cantar para ela e qual minha surpresa? Vejam no vídeo abaixo

Arquivo Pessoal

Confesso que não esperava que ela fosse se manifestar desta forma. Fiquei tão emocionada... A partir daí conversei com o meu irmão Flávio Teodoro, que é professor de música em São Paulo e trabalha com um público de todas as idades. Inclusive foi com ele que eu aprendi as minhas primeiras notas musicais. Como ele me passou algumas explicações eu quero compartilhar com você. Vamos lá.

- A musicalização ajuda a desenvolver o lado criativo da criança, bem como o seu lado emocional;

- Quando a música, ou até mesmo sons como o de natureza é estimulado na criança, mesmo que ainda na barriga, dificilmente esta criança nasce desafinada. É como se a afinação musical (que só se percebe a partir de uma determinada idade), fizesse parte da vida da dela;

- Naturalmente o bebê nasce com a capacidade de distinguir a linguagem humana. Isso se deve ao fato do bebê ouvir a voz da mãe mesmo que ela não esteja conversando com ele. Logo o bebê consegue fazer esta distinção;

- Com o passar do tempo os bebês conseguem distinguir as vozes associadas às nossas emoções;

- Sendo assim a melodia que empregamos na voz faz com que seja entendido da maneira deles. Desta forma, quando queremos expressar ternura, cantamos de forma mais suave e quando cantamos com mais animação podemos expressar algo mais alegre.

Enfim, a música é algo que sempre foi muito presente na minha vida. E quero que faça parte da vida da Bella. Assim também é minha família. Por aqui tem: sobrinho dançarino, prima e sobrinhos que cantam e tocam instrumentos e, no futuro, será a vez da Bella escolher qual caminho a seguir nesta área.

Arquivo Pessoal
Uma dica: cante para seu filho. Cante do seu jeito. Crie memórias afetivas. Você só tem a ganhar com isso. E a criança também.         


0 comentários:

Postar um comentário