Vende-se Educação e Moda Plus Size


A cada dia que passa tenho mais certeza de que as lojas, sobretudo as de roupas, estão totalmente despreparadas para atender as clientes que estão verdadeiramente, sim, eu disse verdadeiramente, acima do peso. Sabemos que hoje existem estabelecimentos voltados exclusivamente para a moda Plus Size, ou "tamanho mais" (se você preferir). Porém, segundo dita a moda Plus Size, o cliente que veste a partir do 44, pode se considerar refém dos tamanhos especiais.O que pra mim é um absurdo! 

Infelizmente, na nossa realidade, vestir tamanho especial é chegar na loja (teoricamente de roupas "normais") e encontrar uma arara destinada apenas para as gordinhas, com numeração a partir do 50. Mesmo porquê, se você entrar em na C&A, Riachuelo, Marisa, Renner, (lojas onde a maioria dos brasileiros compram roupas), tamanho 44 não são trajes especiais.

Eu fico pensando como se sentem as pessoas que vestem acima do 54, se não fossem as lojas destinadas para gordinhos. Simplesmente teriam que mandar fazer suas roupas sob medida. E o argumento? "Vocês usam mais tecidos, logo quanto mais largo mais caro!

Ontem fui à uma loja antiga de roupas e calçados no bairro Novo Riacho em Contagem e disse que queria ver algumas calças jeans! Na porta do estabelecimento havia uma frase: TEMOS TAMANHOS ESPECIAIS! Como sabem, eu desci da numeração 54 para 50.  Mal entrei na loja e uma vendedora despreparada me abordou quando eu não tinha dado nem dez passos loja adentro e me perguntou: "Em que posso ajudar?" Disse-lhe sobre o interesse em ver calças e logo me perguntou a numeração. Até aí normal.

Eu disse: "Olha eu visto 50, mas ela já está larga. Inclusive a comprei aqui! Mas, por via das dúvidas, pode me dar 50 mesmo. Se estiver larga pego um número menor."

Resultado: Nenhuma serviu! Chateada, claro, eu falei com a vendedora que não serviu. Ela (perto de uma cliente) me questionou: "Ficou grande?" Eu respondi: "Não! Ela não serviu mesmo!



Ela replicou em alto e bom som: Nãoooo? NOSSA! ESSA É A MAIOR NUMERAÇÃO DA LOJA!
Imagens da Internet


Gente, eu até chorei! Não na frente dela, claro.  Chorei pelo constrangimento, pelo despreparo dela, pela minha exposição. Nesse momento a gerente percebeu e imediatamente me ofereceu outras calças da mesma numeração e me explicou que cada marca tem uma fôrma diferente. Me mostrou outros modelos e eu acabei levando.

Confesso que só me acalmei por que o Alisson me lembrou de onde eu venho, ou seja: da casa dos 110 kg e que aquilo era passageiro. O pior que nem forças para dar um puxão de orelha na vendedora eu tive. Perdi as forças de tanta vergonha.

Então, deixo o meu alerta gordinhos e gordinhas: Fiquem atentos às lojas que dizem trabalhar também com tamanhos especiais. Essa loja citada acima não é de gordinhos. Pois se fosse, quem veste acima de 50 estaria perdido.

0 comentários:

Postar um comentário